sábado, 28 de fevereiro de 2009

O CAMINHO DE UMA MENTE EM CONFLITO



Barulho demais. Ostentação demais. Orgulho, futilidade, desigualdade social e imoralidade são os fatores que movem e alimentam nossa sociedade atual. A competitividade, movida pela nossa falta de consciência, negação dos fatos e a ambição, agrava cada vez mais esse ridículo quadro social em que o "animal mais inteligente da Terra" ou homo sapiens, está inserido.

Não quero mais ser afetado por isto, não quero ser mais um doente ou mais uma pessoa "normal" em nossa sociedade. Queria concertar tantas coisas que estão erradas, mas não tenho poder para isso ainda...

A única saída que vejo para mim é o afastamento. Tenho que livrar-me de todas essas falsas necessidades e valores sem fundamentos impregnados em minha existência. Todo esse turbilhão de distrações em meu cotidiano, me impede de pensar, de acordar para o que realmente importa.

"O mais eficaz remédio para um cérebro convulsionado é a solidão." Camilo Castelo Branco

"É a solidão que inspira os poetas, cria os artistas e anima o gênio." Henri Lacordaire

OBS: Sei que solidão total é idiotice, só anseio por uma vida mais simples que me estimule a reflexão. =)

6 comentários:

  1. Pois é...Não mudamos o mundo nem as pesoas, ninguem tem este poder, mas mudamos a nós mesmos, e quando acontece isso tomamos posturas as quais levam as pessoas mudarem por elas mesmas!
    Vou te contar uma história...

    Um velho avô Índio disse ao seu neto, que veio a ele com raiva de um amigo, que lhe havia feito uma injustiça.
    Eu mesmo, algumas vezes, senti grande ódio daqueles que me fizeram tanto mal, sem qualquer arrependimento das conseqüências
    de seus atos.
    Todavia o ódio corrói você, mas não fere seu inimigo. É o mesmo que tomar veneno,desejando que seu inimigo morra. Lutei muitas vezes contra estes sentimentos.
    E ele continuou:
    É como se existissem dois lobos dentro de mim. Um deles é bom e não magoa. Ele vive em harmonia com todos ao redor dele e não se ofende quando não teve a intenção de ofender. Ele só lutará quando for certo fazer isto, de maneira correta...Mas, o outro lobo, ah!, este é cheio de raiva. Mesmo as pequeninas coisas o lançam num ataque de ira! Ele briga com todos, o tempo todo, sem qualquer motivo. Ele não pode pensar porque sua raiva e ódio são muito grandes. É uma raiva inútil, pois sua raiva não irá mudar coisa alguma!
    Algumas vezes é difícil conviver com estes dois lobos dentro de mim, pois ambos tentam dominar meu espírito.
    O garoto olhou intensamente nos olhos do avô e perguntou: Qual deles vence, vovô???
    O velho índio sorriu e respondeu baixinho:
    "AQUELE QUE EU ALIMENTO MAIS FREQUENTEMENTE DENTRO DE MIM".

    ResponderExcluir
  2. já olho corrente da esperança?
    pode te a v com isso

    ResponderExcluir
  3. Nunca vi, vo por na minha lista de filmes pra ver.
    Valeu ae =)

    ResponderExcluir
  4. não ta confundindo com Corrente do Bem?

    ResponderExcluir
  5. talvez, vi esse filme a bastante tempo

    ResponderExcluir